Terapia de Compressão

 

Benefícios da Compressão

Depois de ter sido diagnosticado com doença venosa ou edema, o seu médico irá prescrever-lhe meias de compressão médica. A terapia de compressão é um dos elementos fundamentais básicos no tratamento de queixas venosas e distúrbios de edema, como linfedema ou lipedema. Os produtos de compressão também podem contribuir para resultados eficazes na terapia de cicatrização.

Terapia veia

O uso de terapia de compressão no tratamento de doenças vasculares busca essencialmente o objetivo de promover o fluxo de sangue de volta ao coração e, assim, reduzir consideravelmente a dor e o inchaço. Uma meia de compressão exerce pressão externa exata em partes específicas do membro. Isto significa que o fluido que se acumulou nos tecidos é mais facilmente removido pelos vasos linfáticos, evitando assim o inchaço. Ademais, a pressão externa faz com que o diâmetro das veias diminua e aproxima as válvulas, permitindo que elas se fechem mais facilmente. Ainda, com o movimento da perna a musculatura pressiona contra a meia de compressão e faz com que mais sangue seja bombeado do sistema vascular na direção do coração. O poder das bombas musculares no pé e na panturrilha é sensivelmente aumentado, o que significa que mais sangue pode ser transportado de volta para o coração, reduzindo também a quantidade de fluido filtrado nos tecidos.

Terapia edema

A terapia de compressão também desempenha um papel importante no tratamento do edema linfático. Ela melhora a drenagem venosa e linfática, reduz a filtração capilar e a formação de edema. Os médicos recomendam que a drenagem linfática manual, a fisioterapia e as bandagens de compressão devem inicialmente ser usadas para reduzir e estabilizar o edema linfático. Nos casos de tratamento prolongado, as bandagens são substituídas por uma meia de compressão. Fatores individuais, como a suscetibilidade do paciente à recorrência do inchaço e a fraqueza dos tecidos conjuntivos, determinam qual grau de compressão é necessário.